Inteligência e Blockchain chegaram aos escritórios de advocacia

A TECNOLOGIA BLOCKCHAIN JÁ ESTÁ NOS ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA COM ANDRÉ LUSO

A Construtivo agrega tecnologia e experiência em gestão de processos para apoiar setor jurídico, em especial aos escritórios, para atender o fluxo de casos da área dedicada ao compliance de licenciamento de software 

Os departamentos e os escritórios jurídicos não se preocupam apenas com o andamento dos processos judiciais. Há uma extensa gama de controles, fluxos, áreas de atuação e processos internos igualmente importantes em que, muitas vezes, as informações estão desestruturadas e, ou, centralizadas com determinadas pessoas.

O mercado de software, por outro lado, apresenta para este segmento soluções mais tradicionais, ou seja, que não permitem personalização de acordo com a demanda do cliente.

inteligencia artificial na advocacia

De olho nos entraves dessas rotinas, o Construtivo, companhia de Tecnologia da Informação especializada em soluções de gestão e inteligência empresarial e Blockchain, leva para o segmento sua ferramenta de colaboração, denominada Colaborativo.

A proposta é controlar os procedimentos jurídicos com foco em produtividade, métricas e segurança da informação, além de uma visão mais gerencial para os fluxos de procedimentos.

Hélio Ferreira Moraes | Sócio do PK Advogados

O Pinhão e Koiffman Advogados, por exemplo, que oferece serviços jurídicos em várias áreas do Direito Empresarial, sempre com foco em tecnologia e inovação, substituiu os controles em planilhas utilizados pela área dedicada ao compliance de licenciamento de software pelo Colaborativo.

“Fomos atrás de um parceiro que pudesse consolidar este procedimento numa base de dados única e segura, criando fluxos e automatizando as informações para extrairmos informações de inteligência para o serviço”, ressalta Hélio Ferreira Moraes, sócio do PK Advogados, um dos responsáveis pela área de compliance.

O processo de verificação de usuários de software que estão corretamente licenciados funciona como um inventário da propriedade intelectual, no qual diversos profissionais interagem: os advogados, a equipe de backoffice e a área técnica. Daí a necessidade de uma solução de colaboração entre os integrantes da equipe, que ganham agilidade na comunicação por terem dados estruturados, podendo extrair gráficos, relatórios e dashboards, assim como automatizar os controles contratuais e indicadores de desempenho e qualidade.

A solução adotada, Colaborativo, integra de forma segura as informações geradas pelo PK e permite que diversos usuários, incluindo departamentos, equipes, clientes e fornecedores, possam colaborar de maneira eficiente no processo.

Isso porque o Colaborativo se baseia em formulários e fluxos personalizados para atender estritamente a demanda do cliente, possibilitando o controle de prazos e pendências, análise e aprovação instantânea, notificação dos responsáveis e armazenamento de documentos, tudo de forma inteligente, segura, on-line e com diferentes permissões de acesso.

No caso do PK, por exemplo, o Construtivo desenvolveu controles como Gestão de Casos, Controle de Pauta de Contatos, Gestão da Emissão de Notificações, Gestão de Inventários de Licenças e Notas Fiscais, Controle de Regularizações, Gestão de Negociações e Acordos, Gerenciamento Eletrônico de Documentos, entre outros.

Em razão da plena aderência à necessidade do cliente, entretanto, a solução não fica restrita a modelos pré-formatados.

“É possível desenvolver com rapidez e economia os próprios modelos personalizados, dispensando programações de alto custo e tempo. É justamente com intuito de agregar tecnologia e experiência em gestão de processos que o Construtivo vem para apoiar esse nicho de mercado”, acrescenta sócia do Construtivo e advogada especialista em Direito Eletrônico, Francesca Corrêa.

O Construtivo é uma empresa de tecnologia com DNA de engenharia. Pioneira no conceito de nuvem, desde 1999 atende os maiores projetos de infraestrutura do Brasil.

Fundado em 1999 como uma joint venture do Grupo Santander, o Construtivo passou por um processo de MBO (Management buy-out) em 2004  e se tornou uma empresa nacional.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

X